É hora da marca!

Mais do que nunca, a confiabilidade da marca é o fator mais importante para a decisão dos consumidores

Com a tecnologia e, consequentemente, a velocidade e facilidade das informações, os consumidores, com um simples movimento de pulso, têm acesso a novidades e contatos com inúmeras marcas e produtos, no entanto, ao mesmo tempo, a relevância das marcas permanece alta devido a confiança conquistada. Porém, não subestime, em tempos onde as mudanças ocorrem rapidamente, rapidez na definição das estratégias para visibilidade da marca é fundamental.

Quando se buscam estratégias, surgem questões de como consumidores e marcas interagem e, a não ser que necessite de um feedback rápido de seus clientes, é arriscado para as pequenas e médias empresas deixar a visibilidade de suas marcas ou produtos refém exclusivamente da contagem de cliques e seguidores nas redes sociais. Afinal, as grandes empresas colocam a ciência dos dados e aplicam formas ágeis de trabalhar para refinar informações, e com isso, atrair e interagir com clientes para garantir a entrega consistente da marca ou dos produtos. Ademais, a crença que no marketing o digital e a tecnologia assumirão completamente os canais de marketing e a publicidade, existirá enquanto se imaginar que os consumidores vivam exclusivamente online.

A melhor maneira de se conectar com um cliente é entendê-lo, entender sua jornada de consumo e perceber que os meios apenas existem na jornada e nunca são o objetivo. Embora não existam dúvidas de que algumas marcas irão subir enquanto outras cair neste período, todas, neste momento, continuarão navegando em águas que sofrem constantes mudanças, razão pela qual, mantenha uma compreensão profunda dos clientes e do mercado, aprimore os conceitos aplicados que possibilitaram o ganho da confiança dos consumidores pela marca, afinal, quanto mais opções existirem para os consumidores, maior a necessidade que ele lembre de sua marca. Além disso, não é exagero escrever que esse momento é crítico para as marcas.

Portanto, as ações que realizar agora não serão apenas cruciais para a sobrevivência de curto prazo, mas terão um grande impacto futuro com o retorno à estabilidade em nossas novas realidades futuras. Quaisquer que sejam essas realidades futuras.

Paulo Roberto Orlandini é CEO da Revista Cult, advogado, especialista em propriedade intelectual e expansão de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.