YAN HAYASHI E LEOCÁDIO REZENDE

 

SEMPRE PENSAMOS EM FAZER ALGO QUE TRANSMITA VERDADE E NÃO NO QUE “VAI VENDER”

Pabllo Vittar são pelo menos quatro pessoas, Yan Hayashi, Leocádio Rezende e Rodrigo Gorky. Eles estão não só atrás, como também ao lado da Pabllo neste grande projeto de sucesso internacional, quis saber, portanto, dos dois primeiros, os bastidores de quem hoje dita tendências no país.

Yan Hayashi e Leocádio antes do projeto Pabllo Vittar…
Éramos os dois sócios do Clube Belgrano. Antes disso, Léo trabalhava também como fotógrafo e eu sempre trabalhei com festas/eventos/balada. Mas sempre estivemos ligados a música/arte/cultura/ entretenimento.

Quando vocês conheceram a Pabllo e surgiu a ideia?
Léo, como fotógrafo, conheceu Pabllo em uma de nossas festas, esse foi o contato inicial, principalmente ligado à cultura Drag e um olhar diferente do lifestyle Drag que Pabllo e sua crew trazia. Esse contato e amizade foi quase instantâneo e poucos meses depois já estávamos planejando o lançamento do primeiro EP.

Em que momento vocês perceberam que o negócio era viável e que tinha mercado para o produto que estavam criando?
Nosso pensamento inicial que nos incentivou nisso foi, na verdade, em o que a Pabllo representa pra nossa comunidade e em como ela é um artista completo. Todo a parte “business” foi consequência do sucesso e do trabalho, consequência do amor e cumplicidade que todos temos.

E quando é que vocês souberam que tinha dado certo? Quais foram os sinais?
Acho que com a nossa primeira turnê gigante (com um EP de 5 músicas fi zemos um tour com mais de 150 shows) e também quando recebemos convite como o da Daniela Mercury para cantar com ela no trio em Salvador.

Uma vez no sucesso, o que muda no plano de negócios?
A forma mudou sim porque temos hoje a expectativa de milhões de fãs e a responsabilidade de representar e defender a nossa comunidade. É bizarro e gratifi cante saber que algo que trabalhando com tanto amor e carinho se torna tendência. É surreal.

Existe o mito de que o “segundo álbum não é tão bom quanto o primeiro”, a exigência é gigante…

Sim é muito grande e pra esse próximo álbum tentamos trabalhar como no primeiro. Juntando referências incríveis e inusitadas. Sempre pensamos em fazer algo que transmita verdade e não no que “vai vender”.

Novos projetos…
Uberlândia ganha o bar “Banca” com uma nova sociedade, o Leocádio assume juntamente com Lyllie Mamei com várias coisinhas incríveis, agora tudo será Banca por lá, o Oculto deixa de existir, o projeto está lindo e estão bem focados! Além de continuarmos com Pabllo, vamos lançar e trabalhar também na carreira do Mateus Carrilho e da Urias.

Fernando Prado é apresentador de tv, rádio, internet e eventos. Assessor de comunicação e produtor de conteúdo para terceiros. Está no YouTube através do canal fernandoprado.com/td

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *