Por que casamos? 

Miquéias Madalena

Fotos John Weslley e Marcus Torres

O casamento foi evoluindo com o tempo, ficou pop e virou uma forma de expressão da personalidade.

Em algum momento no início dos anos 2000 tive a nítida sensação de que o ato de casar (cerimônia e festa) seria algo que entraria em desuso, ficaria restrito a saudosistas e a uma elite das aparências. Estava errado. Muito errado! O casamento foi evoluindo com o tempo, ficou pop e virou uma forma de expressão da personalidade. Casar deixou de ser uma imposição sociorreligiosa e passou, verdadeiramente, a ser de livre e espontânea vontade. Hoje, tenho tido a graça de me encontrar com casais que se casam por uma única razão: o amor! Não mais existem motivos adjacentes. Sobrou apenas o amor. Ou melhor, ficou apenas o necessário. E pelo fato de o amor estar em evidência a vontade de celebrar aumentou. O amor, intangível como é, manifesta-se em nossas ações de cada dia. E os casais sentem essa vontade latente de dizer ao mundo que se amam, escolhem pessoas especiais para ouvirem e testemunharem essa declaração de amor que é o casamento. Os gregos antigos classificavam o amor em tipos e isto ajuda na defesa da minha tese. O amor ‘eros’ é o que une duas pessoas e as motiva seguirem juntas no matrimônio. O amor ‘philia’ é a razão de se juntar os melhores amigos e as pessoas que fizeram diferença na história dos noivos. E é por gratidão ao amor ‘storge’ que o casal quer que o casamento aconteça sob as bênçãos de seus pais, que tanto se esforçaram para que aquele momento chegasse. E, acredito eu, a manifestação de todos esses amores em um mesmo momento faz com que alcancemos o amor ágape, aquela conexão profunda com o belo, o bom e o que maior do que nós. Enfim, na era do virtual, estamos carentes de contato, de presença e de vivência. E o casamento é um oásis no tempo, onde podemos nos recordar que um dos maiores tesouros da vida é amar e ser amado.

Miquéias Madalena é celebrante social, mestre de cerimônias e um apaixonado por casamentos e tudo mais que fala de amor. [email protected]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: