Combate ao coronavírus em Uberlândia

Leitos disponíveis e ocupados, estratégias e testagem rápida na cidade

Leitos de UTI do anexo do Hospital Municipal de Uberlândia no Hospital Santa Catarina. Foto: G1

Ontem(28) a prefeitura de Uberlândia disponibilizou em seu instagram mais uma atualização sobre a ocupação de leitos na cidade por redes públicas e privadas. Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) destinados para tratamento da Covid-19 para a população Uberlandense são 86 no total.

Apesar de nem todos os hospitais terem todos os leitos destinados a pacientes com o vírus ocupados, outros ultrapassam a quantidade de leitos destinados a doença, como é o caso do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), que destinou 6 leitos para tratar os pacientes com o vírus, mas possuem 15 pacientes hospitalizados na UTI com a enfermidade. No entanto, a atualização da prefeitura mostra ainda que em outros hospitais da cidade pode-se encontrar 5 leitos de UTI destinado a Covid-19 vagos.  

Nas enfermarias dos hospitais da cidade, foram destinados 138 leitos para pacientes com o novo vírus, no qual 112 estão ocupados. Novamente, alguns hospitais possuem mais pacientes com a enfermidade do que previam, como as Unidades de Tratamento Integrativos (UAIs) que não destinaram leitos para pacientes do Covid-19, mas possuem 4 pacientes com a doença na enfermaria. Todavia, a cidade conta com 50 leitos de enfermaria vagos, sendo 39 deles no anexo no Hospital Municipal de Uberlândia, localizado no Hospital Santa Catarina reinaugurado no dia 14 de abril deste ano, justamente para atender pacientes com o novo coronavírus. 

A Secretaria Municipal da Saúde iniciou neste sábado(27) uma testagem rápida em massa nos bairros que apresentam um maior número de casos do novo vírus, determinados com base em uma Mapa de calor que apresenta os lugares na cidade que possuem o maior número de casos positivos, somando os sintomáticos e assintomáticos, a fim de diminuir a disseminação e identificar a forma com que o vírus está circulando nestes bairros. 

Adotado pela Secretaria Municipal de Saúde, somado às informações da Prefeitura da cidade e da Vigilância Epidemiológica, o Mapa de Calor se apresenta como um recurso gráfico que permite saber quais regiões estão mais propensas a disseminação do vírus.

Mapa de Calor utilizado para identificar os bairros com mais casos de Covid-19 em Uberlândia. Foto: Prefeitura de Uberlândia

Foram realizados neste sábado, um total de 1.260 testes por 10 equipes em nove bairros da cidade, como Morumbi, Santa Mônica, Tibery, Shopping Park, Osvaldo Resende, Jardim Brasília, São Jorge e Jardim Canãa. As ruas e quarteirões foram sorteados e aplicado o exame os moradores que aceitaram fazê-lo. Em caso de resultado positivo, a equipe orienta o morador as medidas protetivas, os sintomas que indiquem o agravamento da doença e um atestado de sete dias para o afastamento do indivíduo ao convívio social.

 

Por Communicare Jr. | Mariana Palermo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: