WHATSAPP COMO FERRAMENTA DE FIDELIZAÇÃO NO TURISMO

Lucas Carvalho | Empresário

O ATENDIMENTO HUMANO E PERSONALIZADO FAZ TODA A DIFERENÇA NA HORA DE COMPRAR VIAGENS

 

O caminho mais indicado para fidelização e engajamento dos clientes é oferecer atendimento por meio dos canais de preferência deles e, neste sentido, o WhatsApp se configura como uma importante plataforma de relacionamento. Segundo o estudo da Mensageria, o Brasil já é o segundo país do mundo com o maior uso do WhatsApp. 96% das dos smartphones têm o serviço instalado e 93% das pessoas abrem o aplicativo todos os dias. A preferência desse canal de atendimento pelos consumidores se dá pelo sentido de urgência e praticidade. Queremos saber informações do produto e perguntar preço, sem ter que ir necessariamente na loja ou ligar para um SAC. Ainda segundo o estudo, 71% dos usuários acham adequado usar o aplicativo para o contato com companhias, 55% já usam o canal para se comunicar com empresas e mais de 50% dos brasileiros concordam em receber promoções por meio dessa ferramenta. A força da plataforma é imensurável. Mais de 48% dos 120 milhões de brasileiros se utilizam dela como uma fonte de notícias. Não é à toa que muitos estudiosos estão avaliando formas de coibir a disseminação das famosas fake News, que se alastram muito rapidamente pela ferramenta. No turismo, muitas empresas já utilizam o WhatsApp, porém ainda estão muito incipientes. A ferramenta é poderosa demais para fazer somente a comunicação de preços e ofertas. Precisamos agregar valor à nossa atuação e levar conteúdo relevante para nossos clientes. Oferecendo interações personalizadas, com respostas rápidas, claras e objetivas. O consumidor se vale da plataforma para buscar informações importantes sobre o destino, as experiências oferecidas pelo lugar e o preço. Precisamos cultivar esse relacionamento próximo para transmitir segurança e credibilidade, só assim iremos conquistar um lugar de destaque na mente deste consumidor.

 

Lucas Bittencourt Carvalho é empresário e atua no mercado de turismo há 10 anos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *