A ARTE DE RECEBER

Andrea de Castro | Design de Interiores

Fotos: Divulgação

QUANDO O AMOR TRANSBORDA PELA CASA INTEIRA

 

Responda rápido: onde e quando foi a última recepção que você participou e que te encantou? Ficou aquela vontade de que aconteça novamente. Mas digo daquele encontro de família, entre amigos, aconchegante, na casa de alguém, aquele momento gostoso de ficar jogando conversa fora, com quem a gente gosta. Pois é, depois de tanto avançarmos em diversos setores, como a tecnologia, por exemplo, estamos cada vez mais buscando novamente nossas

origens e cada vez mais valorizando o estar juntos, seja com os amigos ou com a família. Expressão nítida disto é a transformação que passam os lares no que diz respeito ao layout. Hoje quem escolhe morar em apartamento não abre mão de uma varanda gourmet. Estou falando do incrível mercado do receber bem, receber com estilo, com prazer, das recepções intimistas no aconchego do lar, de novas profissões como a de Personal Welcome, consultora de etiqueta, de termos que estão cada vez mais se tornando comum no vocabulário das pessoas: table decor, meseira, mesa posta. Isto mesmo. A Personal Welcome é aquela profissional que irá ajudar a anfitriã a brilhar na sua recepção, fazendo de seu evento uma experiência. Cuidará de todos os detalhes, e daí sim, envolvendo seus parceiros: florista, chef de cozinha e até a empresa de locação de peças, caso seja uma necessidade. E qualquer outro profissional que irá fazer a diferença neste momento. E como a mesa é a estrela da situação, um local sagrado seja pela arrumação, seja pela refeição ou pela união, é nela que estarão todos os focos. E se você, mesmo não sendo uma profissional deste ramo, adora montar uma mesa bonita, você também é uma meseira, você também faz mesa posta ou table decor.

Mas, se você quer demonstrar carinho para seus familiares ou amigos nos pequenos detalhes é bem fácil. Basta trazer do coração aquele sentimento sublime de amor, aquela vontade boa de deixar o outro feliz. E este movimento deve ser de dentro para fora, literalmente. Como assim? Não adianta você criar mesas lindíssimas, ambientes altamente instagramáveis para as visitas, se você não faz isto para aqueles de sua convivência diária: filhos, marido. Imagina que honra sentar-se à mesa para um café da manhã de uma segunda-feira, em sua própria casa, que seja com uma florzinha “roubada” e disposta numa garrafinha de leite de coco. Impossível não começar o dia com o pé direito. Afeto é o tempero da vida, é além da estética, é enfeitar a alma, além de alimentar o corpo. É encher o ambiente de amor e gentileza. Mais importante do que qualquer utensílio e adorno colocado à mesa é a intenção do momento, é a valorização da companhia do outro, é a forma sutil de mostrar seu carinho, seu valor pela família, pelos filhos. É criar memórias afetivas, principalmente para os filhos pequenos, que, implicitamente, aprenderão valores como caráter, tolerância, o partilhar. E quando ele for criar sua própria família, com certeza, estes valores estarão presentes. Pois estes valores não se perdem nunca. Esta conversa ainda vai longe, é sobre amor próprio, inclusão social. É sobre a ressignificação da etiqueta. E sobre nos posicionarmos na sociedade e na vida das pessoas que realmente amamos. Mas esta é uma outra história!

 

Andrea de Castro, amante da família, do receber bem e design de interiores. Instagram: @casada_dea | email: casa.da.dea73@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *