O quão preparado você está para ser livre?

Vivemos hoje uma escravidão moderna, isolados em grandes centros urbanos.

Dentre as inúmeras causas que refletem na dificuldade de se relacionar com outras pessoas, podemos destacar o medo de ser julgado, as condições de trabalho e o velho paradoxo ainda atual, escancarado por Vinicius de Moraes no poema “O Operário em Construção”, escrito em 1956, onde ele fala “Sendo a sua liberdade, era a sua escravidão”.

Vivemos hoje uma escravidão moderna, isolados em grandes centros urbanos, cada vez mais próximos e ao mesmo tempo distantes. A correria do dia a dia nos impede de conhecer bem nossos vizinhos, a pressão do trabalho e a responsabilidade que nos é imposta também é uma das causas da solidão. O medo de envelhecer confrontado com a pressão da juventude cada vez mais conectada. A dificuldade de gerir o tempo de maneira adequada, nos distanciando dos laços afetivos e dos nossos lares. Todos esses fatores contribuem, e muito, para que a solidão seja nossa amiga, ou melhor dizendo, inimiga íntima. São incontáveis os momentos em que nos sentimos desconectados de tudo que nos cerca e solitários em meio à multidão.

Esse turbilhão de sentimentos a que somos submetidos nos faz ter pensamentos negativos e o primeiro contato com a solidão de intensidade leve. A correria do dia a dia trata de dar uma boa maquiada nessa leveza e quando nos damos conta já estamos em um nível mais perigoso da solidão, que é a mediana, onde os pensamentos negativos ainda persistem, porém, acompanhados de sofrimento. E a falsa impressão de liberdade, bem colocada por Vinicius de Moraes em seu poema, nos coloca em uma solidão de intensidade catastrófica para a nossa mente, pois os pensamentos negativos trazem, além da desagradável companhia do sofrimento, a sensação de que não há esperança ou possibilidade de resolução. Com isso, passamos da liberdade à escravidão. Aí eu te pergunto: O quão preparado você está para ser livre?

Júnior Q9 é ator, músico, dançarino, humorista, compositor e autor do livro “Quer? Levanta e pega”, publicado em 2018 pela Editora Assis, que aborda inteligência emocional, sucesso nos negócios e atitudes empreendedoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.