Arquitetura

Aquele quarto vago se tornou um santuário, enquanto, por um período, estádios de última geração se tornaram zonas proibidas. E aquelas pessoas com casas grandes ou espaços verdes tiveram uma pandemia muito diferente dos que compartilham espaços. No futuro, os escritórios terão mais espaços multifuncionais, melhor ventilação, maior ênfase no design sustentável e, potencialmente, o uso de tecnologia para integrar mais as pessoas com o processo arquitetônico. Para saber quais impactos o isolamento forçado e o distanciamento social tiveram na forma como as experiências físicas são projetadas, convidamos a arquiteta Thâmara Aquino para explicar, confira:

Espaços de trabalho

na pandemia

Há exatos dois anos, o Brasil decretou o lockdown. A partir daí, vimos a rotina e a forma de trabalho e educação mudar em nosso país. Com o fechamento do comércio, dos espaços sociais e a necessidade de ficarmos em casa, começamos a observar cada canto de nossa residência e, principalmente, como iríamos continuar nosso trabalho, nossos estudos e dos filhos.

Uma das tarefas mais complexas diante dessa adversidade, foi encontrar alguma solução dentro de cada realidade habitacional, tentando reutilizar os espaços da casa, onde pudéssemos conciliar os estudos, os espaços sociais e o espaço de trabalho. A mudança de rotina também afetou os espaços compartilhados das empresas, indústrias e das escolas, que a priori durariam três meses. Com a crescente dos índices de contaminação, todos nós tivemos que mudar a forma de encarar a realidade que mais parecia filme de ficção científica.

Muitos de nós, com o passar dos meses, percebemos a importância de ter um espaço adequado, ergonômico e harmônico com nossa personalidade, para que o trabalho se tornasse prazeroso, criativo e produtivo.  E como a arquitetura vem transformando e adequando os espaços de trabalho nesses dois anos? Quando o cliente se propõe a ter um espaço individual em casa destinado ao trabalho ou estudos ou empresa com espaço de trabalho compartilhado, são levados em consideração a profissão ou tipologia, rotina, faixa etária, desejos estéticos e sonhos, isso mesmo: como é o espaço dos sonhos do cliente. Isso basicamente itens do briefing (documento que registra os dados necessários para a criação de um projeto). E, para cada briefing, é trabalhado um projeto arquitetônico e de interiores, em que  entram aspectos técnicos, financeiros e estéticos.

Como profissional da arquitetura, percebo que a flexibilidade possibilita adequar as funções do espaço para outro uso, estando em casa ou em um ambiente compartilhado. Arquitetura é a chave para atender a algumas normas sanitárias, em caso de empresas com o distanciamento entre as estações de trabalho e futuro aproveitamento dos espaços que, porventura, ficariam “ociosos”. No caso do ambiente individual, o tão falado home office, que atualmente divide espaço com outros ambientes, como sala de estar, corredores, quartos, varandas.

Como exemplo, um dos projetos que permitiram essa flexibilidade, teve como briefing a adequação de um ambiente pequeno, que com certeza você tem em casa, com 8,40m², em que o cliente solicitou um closet, quarto de hóspedes e home office, isso mesmo, dentro do mesmo espaço, com conceito minimalista e com cores neutras. O desafio foi possível, pois a flexibilidade veio através do mobiliário, com mesa giratória como área de trabalho, que permite ao engenheiro civil trabalhar em um ambiente organizado sem perder o único quarto de hóspedes da casa, e que ainda recebeu um lindo sofá cama despojado. (imagens enviadas).

Contudo, os encontros presenciais garantem que a cultura do escritório sobreviverá pós pandemia, mas o conceito desses espaços vem sendo cada vez mais flexíveis e multiuso, como os “coworkings” com pub, café, barbearia, atividades infantis, entre outros. Além disso, a integração entre os espaços com mobiliários orgânicos, retráteis e móveis, permite mudanças de visual, de rotina e, assim, estimulam a criatividade e produtividade, essenciais para qualquer profissão.

E seu espaço de trabalho, como está o visual e a organização? Lembre-se: investir em um projeto arquitetônico e design de interiores é ter sua personalidade, praticidade e bem-estar em qualquer ambiente de sua casa ou trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.