FORD

Evaldo Pighini | Redação Cult

“EM TOM DE DESPEDIDA CHEGA
AO MERCADO O NOVO FUSION”


Modelo 2019 apresenta mudanças nos para-choques e grade frontal tem estilo colmeia nas versões Titanium e Hybrid, enquanto na SEL é filetada

A Ford anunciou em fevereiro a chegada do novo Fusion ao mercado brasileiro. Não se trata de uma nova geração do sedã. O carro foi reestilizado com a introdução de novidades interessantes, especialmente na traseira e frente, além de ter a sua produção reduzida a três versões: SEL, Titanium e Hybrid – configurações 2.5 flex e Titanium com tração dianteira deixam de ser oferecidas no Brasil. O Fusion 2019 pode entrar para a história como último modelo a ser produzido, uma vez que a montadora norte-americana anunciou recentemente a intenção de tirar de linha, até 2020, além do próprio, modelos tradicionais como Fiesta, Focus e Taurus. Vale lembrar que desde que foi lançado em 2006, o Ford Fusion, que é fabricado no México, reinou por mais de uma década como o sedã grande mais vendido no País, até ser destronado pelo Mercedes-Benz Classe C em 2018. Suspense à parte, além de alterações no visual e redução de versões, o Fusion 2019 chega às concessionárias mais caro e oferecido somente com motorização 2.0 turbo. A agora versão de entrada SEL custa R$ 149.900, a intermediária Titanium R$ 179.900 e a Hybrid R$ 182.990. As duas primeiras versões combinam um motor 2.0 turbo EcoBoost de 248 cv e câmbio automático de 6 marchas. Já a versão híbrida conta com um motor 2.0 de potência combinada de 190 cavalos.


Ford Fusion 2019 segue esbanjando conforto e tecnologia a bordo

As principais mudanças no sedã estão mais nítidas na dianteira e traseira. A parte frontal recebeu para-choque com apliques cromados na parte inferior, faróis mais finos e grade no estilo colmeia cromada nas versões de topo. A SEL continua filetada. Atrás, a tampa do porta-malas e o para-choque receberam design mais limpo, perdendo o friso cromado que ligava as duas lanternas, que ganharam novas molduras. As rodas de 18 polegadas das versões Titanium também foram redesenhadas. Outra novidade é o teto solar, que agora é dado como um item de série em todas as versões. Aliás, falando em itens de série, este sedã grande da Ford passa a contar com um pacote mais generoso desde a variante de entrada SEL, que ficou cerca de R$ 16 mil mais cara, assim como as demais versões que também encareceram.


Ford Fusion foi reestilizado e, na traseira, a tampa do porta-malas e o para-choque receberam design mais limpo

Evaldo Pighinni | Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *