MALA DE MÃO EM EXCESSO PODERÁ SER TARIFADA EM VOOS DOMÉSTICOS

Lucas Carvalho | Empresário

VEJA ALGUMAS DICAS PARA NÃO

TER SURPRESAS NO EMBARQUE

Desde que foi autorizada a cobrança de despacho de bagagens em voos domésticos, as companhias aéreas vêm se queixando dos transtornos causados por passageiros que exageram no tamanho de suas malas de bordo. Desconfortos que vão da simples falta de espaço no bagageiro interno, atraso na acomodação e até malas despencando do teto. Quem nunca precisou extrapolar um pouquinho a mala de mão que atire a primeira pedra. O que muitas vezes não é por maldade, mas que acaba gerando muito incômodo para todos está com os dias contados. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) começou nesse mês a fiscalizar as malas de bordo e aquelas que não atenderem às especificações serão tarifadas. A Abear segue os padrões da Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo) em relação à bagagem de mão, que estipula a medida máxima de 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. Neste sentido, será necessário repensarmos o conteúdo de nossas malas, se não quisermos pagar pelo despacho.

 

Dicas para otimizar sua mala de mão:

– Leve somente a quantidade de roupa necessária: parece clichê, mas a gente sempre se paga amontoando várias peças dentro da mala sem necessidade. Calcule quantos dias você vai ficar no destino e quantas peças serão necessárias (deixe apenas uma pequena sobra para emergência). Uma boa ideia são as sacolas a vácuo, elas conseguem diminuir o volume que algumas peças dão.

– Leve sapatos que são curingas e que já foram testados no dia-a-dia: nada de levar sapatos que acabou de comprar. Leve as opções que combinam com a maioria das roupas e que são confortáveis.

– Deixe os objetos mais pesados para a bolsa pessoal: além da bagagem de mão, quase todas as companhias ainda permitem que você leve sem custo um item pessoal que pode ser uma bolsa pequena, uma pasta de trabalho, uma mochila para notebook, entre outros.

– Organize os itens de higiene e beleza, bem como os cabos e carregadores em nécessaires: tenha em mente um pensamento minimalista, não é necessário levar o pote inteiro de shampoo a não ser que você vá ficar mais de 30 dias na viagem. Coloque em frascos menores.

Ficou com dúvidas em relação à nova fiscalização de malas ou precisa de mais dicas para montar a sua? Pergunte para um consultor de viagens, ele é o profissional especialista para te ajudar a fazer a viagem perfeita.

 

Lucas Bittencourt Carvalho é empresário e atua no mercado de turismo há 10 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *