O empoderamento fashion veio para libertar

“Uma mulher deve ser duas coisas: Quem e o que quiser” Coco Chanel

PARIS, FRANCE – MARCH 05: Models walk the runway during the Chanel show as part of the Paris Fashion Week Womenswear Fall/Winter 2019/2020 on March 5, 2019 in Paris, France. (Photo by Yanshan Zhang/Getty Images)

Olá, hoje vou falar de como a moda tem influenciado as mulheres no empoderamento feminino, nas atitudes e na forma de mostrar a sua própria personalidade na vestimenta.

Atualmente as mulheres utilizam a moda como forma de representação, descontruindo padrões impostos pela sociedade, fugindo da necessidade de se enquadrar. Trabalho em uma empresa com várias coaches, cada uma no seu estilo e nicho, percebo o quanto falar de moda e estilo faz com que elas se sentem mais fortes, confiante e bonitas. A moda dá forças as mulheres, elas refletem a evolução do mundo nas estampas, nas cores e nas personalidades.

O terninho as calças largas de pregas, paletós, ombreiras, shorts, tecidos esportivos e roupas sem definição de gênero, frases feministas são reflexo de toda construção da moda feminina.

Uma das personalidades mais fortes do mundo, que criou um novo papel para a moda feminina é Coco Chanel, também conhecida como Gabrielle Bonheur Chanel. Nascida em Paris, França, foi uma estilista que fundou a marca Chanel S.A. Coco Chanel introduziu o empoderamento feminino por meio de malhas, laços e paetês, que permitiam uma maior liberdade de movimento para as mulheres. Hoje a marca é símbolo máximo de elegância. O estilo clássico é um dos mais usados hoje e quem conseguia imaginar mulheres usando calça séculos atrás?

Foi por causa de Chanel que as mulheres trocaram as saias por calças no início da década de 1903. Há quase 100 anos, uma irreverente Gabrielle jogou para o alto as regras de que algumas peças precisam ser essencialmente masculinas. Apareceu vestindo pantalonas de forma despojada e criou um item de estilo reproduzido até hoje! Atenta aos detalhes, a estilista criou sapatos em bege, para alongar a perna, e com a ponta preta, para encurtar o pé e proteger o calçado dos desgastes pelo uso ao longo do prazo.

Pode parecer algo absurdo, mas na época de Chanel, o uso de acessórios como brincos, colares e anéis era restrito às joias usadas pelos membros da fatia mais rica da sociedade. Só que a falta de dinheiro nunca impediu a estilista de nada… Foi por isso que ela passou a criar bijuterias com materiais mais baratos, incluindo o famoso colar de pérolas (falsas).

Percebe-se então que não é de hoje que a moda é como uma ferramenta para empoderar mulheres, estar bem vestida faz bem a autoestima e fortalece a nossa independência. A moda vai além dos looks, é sobre demonstrar atitudes. O empoderamento continua se mostrando presente na história do mundo, não tenha medo de se reinventar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.