Os ícones do cinema mudo – Parte 1

As obras selecionadas são uma pequena mostra do talento de cada um

A sensação de bem estar, inspiração e contemplação ao terminarmos de ver alguns filmes é das mais aconchegantes. Em sua fase muda, o cinema potencializa esses sentimentos, uma vez que a ausência dos diálogos nos coloca em posição de participantes das cenas, levando-nos a captar seus sentimentos e adivinhar o real sentido de suas expressões. Ninguém melhor que Buster Keaton e Charlie Chaplin para materializar tudo isso, contemporâneos, ainda que atuando em películas com temáticas diferentes, ambos têm o poder de cativar e despertar as melhores reações, seja um riso franco ou uma ternura descomplicada.

As obras selecionadas são uma pequena mostra do talento de cada um e um convite a explorar esse período tão criativo e singelo do cinema.

Buster Keaton, foi um dos pioneiros no cinema de ação, com suas acrobacias e performances de Vaudeville (mistura de circo com teatro), foi considerado um dos maiores nomes do cinema mudo. “A General – 1926” uma das obras primas do ator, corrobora toda a grandeza de seu talento. Trata-se do sequestro de seus dois amores, sua locomotiva, A General, e sua namorada, aqui não dá para saber de qual das duas ele mais gosta. Entre paisagens e cenas de muita aventura o ator vai resgatar suas amadas e no fim da história, de quebra, se tornar um herói. O filme está disponível em excelente qualidade em www.telecineplay.com.br.

“Amores de estudante – 1927” é um daqueles filmes leves, que envolvem, a história de um estudante nerd, sem habilidades para os esportes, que faz de tudo para chamar a atenção da namorada, à primeira vista parece não trazer nada de novo. No entanto, o desenrolar da trama recheado de acrobacias e reviravoltas dá o charme à película. A desenvoltura do nerd e o final nada convencional farão valer a pena conhecer mais esse brilhante trabalho do ator. O filme está disponível em www.youtube.com

A rivalidade entre Chaplin e Keaton é levantada sempre que se menciona algumas das obras dos dois atores. No entanto, suas características eram bastante diferentes, enquanto Chaplin seguia por uma linha mais descontraída e voltado para crítica social, Keaton apelava para a comédia e impassividade. Mais tarde, é possível ver os dois grandes astros contracenando juntos em “Luzes da Ribalta – 1952”, prepare-se para a emoção, um dos últimos filmes do ator, imbuído de melancolia, é porta de entrada para uma reflexão sobre perdas, conquistas, realizações e fracassos. Aqui Chaplin usa toda sua genialidade e deixa de lado o Vagabundo, mostrando seu lado sensível e poético, na pele de Calvero, um palhaço em fim de carreira. A cereja do bolo é a participação de Keaton, mostrando que é possível aliar personalidades totalmente diferentes, de forma a se complementarem. Essa obra magnifica está disponível em www.mubi.com

“O garoto – 1921” levanta inúmeras questões e críticas sociais. Dentre as principais, a luta de classes, a maternidade e o peso do Estado na vida das pessoas (temas muito comuns nas obras de Chaplin), além de trazer um tom biográfico: a infância do próprio ator foi muito pobre e ele também sofreu com o abandono. A obra tem início com uma mãe deixando seu filho, sob um olhar de tristeza e carregado de culpa. O encontro do personagem do Vagabundo e do menino se dá ainda no início da trama, ainda que a contragosto, surge uma relação de cumplicidade e amor que aquecem o coração. O nó na garganta é incontido durante toda a história, algumas lágrimas podem rolar se você for dos mais emotivos. Ah! E o final é digno de Chaplin! Essa obra prima está disponível em www.telecine.com.br

Elizete Moura é formada em Administração de Empresas, pós-graduada em Marketing e gerente de Vendas. Apaixonada por cinema clássico. Instagram: elizeteemoura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Políticas de Privacidade e Termos e condições, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.